As infinitas possibilidades do cowork.

second home

Ok, não serão infinitas, mas podem abrir outras perspectivas. Por exemplo, quem trabalha em regime freelancing muitas vezes fica isolado, com menos contacto com pessoas e as suas ideias. Obviamente que a internet é uma janela para o mundo mas por vezes há que a abrir e ir lá para fora.

Isto vem a propósito de um espaço de coworking que conheci muito recentemente. Chama-se Second Home e está localizado no Mercado da Ribeira, ao Cais do Sodré.

Rodeados por vasos de plantas por todos os lados, e num ambiente descontraído e inspirador, trabalha-se com muitos inputs e mais alegria. Há menos espartilhos formais, mais flexibilidade e, acima de tudo, há uma grande disponibilidade para se absorverem novos assuntos, novas tendências, novas abordagens. É mais caro do que estar a trabalhar num café, é certo, mas pode ser gratificante e, tal como num jardim, pode ser uma óptima forma de se semear para mais tarde se colherem os frutos do trabalho, seja ele qual for.

2 thoughts on “As infinitas possibilidades do cowork.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s