O Feminino em Pessoa.

 

A música é uma das minhas marcas. Desde miúdo. Não cheguei a aprender. Fui parvo.

Considero-me bastante ecléctico em termos musicais. Tanto oiço Keith Jarrett, como Dead Kennedys (agora muito raramente). Cheguei a ter cerca de 1000 CDs. Mas foram sempre poucos para a minha sede melómana.

Durante muito tempo preferi a parte estritamente musical às letras, mas hoje presto muito mais atenção às palavras, sejam em inglês, sejam em português.

O último concerto que vi foi no passado sábado (4 Novembro, 2017), na Casa da América Latina, que é um espaço a ter em conta, com exposições variadas e concertos intimistas, alguns deles à borla! A artista convidada foi a pianista e compositora brasileira Patrícia Lopes, que eu desconhecia. O que ouvi? Foi o concerto “O Feminino em Pessoa”, um espectáculo musical com base na poesia de Fernando Pessoa, composto por “um ciclo de sete canções, escritas para voz e ensemble, marcado pela leveza e a sofisticação de uma atmosfera que permite o diálogo melódico e harmónico, entrelaçado no tecido poético de Pessoa.”, palavras da Casa da América Latina, palavra que é verdade.

Agora apreciem a música e (lá está!) as palavras deste vídeo:

Leave a Reply