Barba e cabelo: fazer ou não fazer, eis a questão.

barba2

Da esquerda para a direita: gel de barbear Nivea Men Sensitive; máquina de barbear e aparar Wilkinson Quattro Titanium Precision; máquina de barbear Gillette Fusion; after shave balm Hugo Boss; máquina de aparar cabelo e barba Braun; creme de barbear e hidratar Samurai Magic Shave (já falado aqui).

Quem gosta de fazer a barba? E porque é ela feita? E as mulheres, gostam de nos ver com barba ou sem ela? E se picamos muito? Mas, e se elas gostam? E o cabelo? O que fazer quando as entradas já não dão tréguas? Será que elas nos gostam de ver “descapotáveis”? Ok, e de cabelo comprido? E de rabo de cavalo mas carecas no topo? (É uma cena horrível que eu desaconselho a qualquer gajo que deseja ser minimamente sexy)

Já viram a quantidade de perguntas que se colocam quando falamos da barba e do cabelo da rapaziada? Sim, não são só elas que se preocupam com a parte capilar. Nós também nos preocupamos. Ou, pelo menos, deveríamos.

Ok, vamos ao meu exemplo: há mais de 20 anos que não vou a um barbeiro. Aparo o cabelo em casa com uma máquina apropriada. Acho que já é a segunda que tenho. Agora uso-a pouco porque tenho menos cabelo e, por isso, rapo-o no banho com uma máquina de barbear. Aproveito e faço o mesmo à barba, claro. E agora 2 vídeos:

Pela minha experiência, sei que há um bom número de mulheres que não gostam de uma coisa na barba: arranha, pica! Incomoda quando são beijadas. Na boca, ou noutra parte do corpo. Mas para outras isso é um extra de excitação. Por isso, em que é que ficamos? É como em tudo: barba ou não barba, curta ou comprida, mais cabelo, menos cabelo, são os gostos que determinam as escolhas. E gostos há muitos, felizmente.

Agora, com o advento de muita coisa vintage, as velhas barbearias ressuscitaram com um toque mais cool (eis uma, de alguém que conheço e estimo: Barbearia Ramos). O que é um bom incentivo para nós nos alindarmos mais no que toca à barba e ao cabelo. E, acreditem, vamos gostar de nos olhar ao espelho. E elas — as mulheres — não vão tirar os olhos de nós. E depois as mãos, mas isso é outra história…

One thought on “Barba e cabelo: fazer ou não fazer, eis a questão.

  1. Pingback: Cheira bem. | MARCA DE HOMEM

Leave a Reply