Sempre no meu Radar.

RadioRadar-204x300A Radar é a rádio que mais ouço. Vem na tradição de outras rádios alternativas, como a VOX e a XFM, ambas já extintas. Mas antes destas eu ouvia a Rádio Comercial nos seus tempos mais auspiciosos, com os programas Rock em Stock (apresentado pelo Luís Filipe Barros) ou toda a série de formatos com a voz e a  selecção musical do António Sérgio, o verdadeiro guru e educador dos tímpanos do pessoal que queria conhecer e ouvir cenas musicais diferentes e que não costumam andar muito nos tops.

Quando não escuto a Radar dou um pulo à Oxigénio (mais vocacionada para a dança alternativa ou o hip-hop) ou a Marginal (música mais soft). Depois, para as notícias matinais, sintonizo a Antena 1. Quando estou num modo mais introspectivo e clássico tenho a Antena 2 (que até tem bom jazz). Obviamente que evito a maioria das outras rádios porque quase todas são puro lixo musical (para o meu gosto são).

Já agora aproveito a ocasião para dizer que já estive algumas vezes na Oxigénio e que em 2017 fiz uma Hora do Bolo, na Radar. Ouçam aqui.

Portanto, em matéria de rádio até que não me posso queixar. As melhores estão sempre no meu radar, seja no carro ou em casa. Ah, e não esquecer uma rádio americana (de Seattle) que tem uns vídeos de excelentes actuações ao vivo. Deixo aqui 2 bons exemplos. Enjoy:

 

Leave a Reply