O utensílio dos 7 instrumentos.

Como já referi algures neste blog, todo o gajo que se preze gosta de gadgets e de utensílios que possam ser úteis mas que também sejam capazes de ampliar as capacidade de cada rapaz pragmático e sedento de resultados que há em cada um de nós.

Se formos dados a interpretações psicológicas mais ou menos freudianas, até podemos ir mais longe e dizer que uma ferramenta, um automóvel, um mecanismo controlado por um homem é, nada mais nada menos, do que a extensão do seu pénis. É discutível, é certo, mas muitas vezes isso não anda longe da realidade (é ver a forma como os carros desportivos atiçam o super-macho às do volante em todo o homem que se preze). Ok, repito uma vez mais, é discutível.

Antes que me despiste de vez, uma pergunta para o sexo masculino? Quem é que tem um canivete suíço? Aposto que 9 em 10 homens tem um algures. E se não tem deveria ter! Dá um jeitaço do caraças, acreditem. Pode ser útil em casa, ou fora dela, seja a acampar ou noutra qualquer actividade outdoor.

O meu canivete suíço foi uma oferta de aniversário (há mais de 25 anos!) de um amigo meu (que por acaso celebra hoje o seu aniversário). É um Victorinox, claro, a célebre marca suíca. É pequeno, polivalente — com duas lâminas, um saca-rolhas, um abre-latas e levanta-caricas, uma tesoura, mais duas cenas que não sei para que servem, e ainda uma pinça e um palito! É uma maravilha, com um design simples e retro mas sempre intemporal. E arruma-se numa fantástica bolsinha de cabedal, que dá para transportar num cinto.

Garotas, amigos do coração, estes canivetes são uma bela prenda, principalmente para quem gosta de actividades ao ar livre, mas que dão um jeitão em todo o lado.

Vamos lá, rapazes. Saibam dar bom uso a esta ferramenta. Nas vossas mãos podem ter um produto que já é uma lenda. E quando é assim, merece um filme épico:

One thought on “O utensílio dos 7 instrumentos.

  1. Pingback: Roxo de Setúbal, por favor. | MARCA DE HOMEM

Leave a Reply