Camisas de forças ocultas.

“Não julgues um livro pela sua capa”. Esta é uma grande máxima. Ou, como também se diz, “Quem vê caras, não vê corações”. Mas depois há máximas que remetem estas acepções ao mínimo senso comum. Eis uma muito conhecida: “Diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és”. Posso transportar isso para a roupa: “Diz-me quem vestes, dir-te-ei quem és”.

Ora aqui está uma bela mentira! Ok, uma meia verdade, pelo menos. Posso dar o meu exemplo, que vale o que vale.

No Verão, sempre que posso, visto calções, t-shirts ou camisas vistosas, e calço sandálias ou ténis frescos. O que diz isso de mim? Bem, tirem as conclusões por estas camisas. No Inverno tendo a ser mais formal, principalmente nestes últimos anos (sinal de mais idade?, com pullovers mais betinhos e camisas a condizer, tal como as que mostro nas fotos.

(camisas Peter Murray, Cortefiel e Springfield)

Volto ao início: o que é que isso diz de mim? Que sou contraído e formal? Que gosto de ter uma boa aparência? Que me preocupo com o que os outros pensam com o que visto? Que procuro transmitir confiança e credibilidade? E como se reflecte isso nos meus gostos musicais, literários e outros? Se vos disser que gosto de música alternativa, acham que a roupa que visto casa com essa tendência? Ou se vos disser que sou agnóstico e nada dado ao criacionismo, acham que eu deveria vestir outro tipo de farpela?

Haverá forças ocultas que se escondem por trás de uma forma de vestir?

Deixo à vossa consideração as seguintes hipóteses:

  1. Visto t-shirts com caveiras. Serei metaleiro ou simplesmente trabalho em ortopedia?
  2. Visto camisas com flores. Sou jardineiro? Trabalho num horto? Trabalho numa agência funerária mas nas minhas folgas só quero esquecer o preto e o cinzento?
  3. Visto calções com motivos de camuflagem militar. Sou do exército? Trabalho num jardim infantil? Sou guarda florestal? Ou sou antes um palerma de uma ideologia extremista?
  4. Visto saias aos quadrados. Sou escocês? Sou transgénero? Sou excêntrico? Dormi em casa da minha namorada e, não sei como, rasguei as calças e só uma saia é que me serve?

Ok, tirem as vossas conclusões…

Leave a Reply